Seguidores

Lilypie

Lilypie - Personal pictureLilypie Kids Birthday tickers

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Adeus às fraldas!!

Olá minhas queridas amigas virtuais,



Vou falar como foi o desfralde da Ana, quem sabe relatando minha experiência eu posso ajudar alguma mamãe que esteja com dúvidas ou dificuldades? Espero que sim.





Enquanto a Ana estava indo na escolinha, o desfralde não foi para a frente. Ela usava o penequinho às vezes, mas só para o cocô. Quando eu achava que o processo finalmente ia engrenar, ela regredia. Eu e ela ficávamos fora de casa o dia todo e não podíamos nos dedicar ao processo como deveríamos.



Na realidade, pelo menos neste período, a escolinha não ajudou em nada. Em uma reunião com as professoras, em que levantamos a questão do desfralde, argumentaram que a turminha era muito diferenciada e poucas crianças estavam demonstrando a maturidade para o desfralde, na verdade apenas duas e a minha Ana se incluía neste caso. Disseram que os pais é que teriam que insistir com o processo em casa. Mas claro que não ia dar certo. Eu insistia no fim de semana com ela, mas ela passava a semana toda de fraldas na escola então o processo não se firmava. Essa dica dou para a Renata, não espere a colaboração total da escola neste processo. Eles podem dar dicas, até mostrar interesse em ajudar, mas acho difícil a escola realizar este processo. Em casa é que temos que observar nossa criança, insistir, limpar muitos xixis e cocôs, com muita paciência, até o processo ser conclúido.



Então, tracei a meta de enfatizar o desfralde da Ana durante as férias. Estando com ela em casa, com tempo disponível, esperava obter sucesso. E consegui.



Primeiro observei bem a Ana. Notei que eu estava gastando muitas fraldas, pois toda vez que fazia xixi, nem que fosse um pinguinho, ela queria trocar a fralda. Para mim isto mostrou que ela estava pronta e resolvi tentar.



A primeira providência que fiz foi comprar um redutor de assento para que ela usasse o sanitário de casa, como todo mundo. O penequinho, pelo menos com ela, não estava mais dando certo.



Gente, pareceu milagre, no primeiro dia que coloquei o redutor, ela fez todos os xixis e cocôs no vaso. Não escapou nenhum!! Mostrei para ela o quanto fiquei feliz, o quanto isto era importante para ela e ela se sentiu toda importante, fazendo seu xixizinho no banheiro. Outro ponto favorável para o uso do redutor é que tem todo o processo depois: dar a descarga, fazer a higiene, lavar as mãos. Tudo isto serve para incentivar ainda mais a criança a usar o banheiro.



Depois comprei muitas calcinhas, todas muito bonitinhas, com desenhos, bichinhos, e dei de presente para ela. Falei que ela estava ficando uma mocinha e que agora podia usar calcinhas, como a mamãe. Nem preciso falar que ela adorou.



Uns dois dias antes de ir para a escolinha houve uma pequena regressão ,e começaram a escapar mais xixis pelo chão. Neste momento tem que se ter muito cuidado, não podemos gritar e ficar loucas (dá vontade, mas não podemos). Enfatizei para ela que o lugar de fazer xixi era no banheiro, que ela já sabia fazer direitinho, que não podia fazer xixi no chão e nem na roupa.



Mas percebi que isto ocorreu em um dia em que fomos na cidade e eu coloquei fraldas nela. Eu mesma ainda estava insegura de sair com ela sem fraldas. Ao voltar para casa a fralda estava com xixi. Retirei a fralda e não coloquei mais. Mas acho que isto pode ter confundido ela. Então uma dica importante mamães: se retirar a fralda, não coloque novamente. Se for sair com a criança, arrisque. Leve roupa reserva, leve muitos lenços umedecidos, mas não coloque a fralda, isto pode confundir a criança.



Quando começaram as aulas fiquei receosa que o processo todo regredisse. Mas tomei a decisão de não enviar fraldas para a escola, enviei muitas calcinhas e shorts e apenas 01 fralda, para a hora do sono. Expliquei para as professoras que ela estava desfraldando e que não era para colocar fraldas. Como a Ana já estava maiorzinha, a escola teve a maior boa vontade e compreendeu que o momento era outro. Fiquei surpresa quando fui buscá-la, a roupa toda sequinha, as professoras relataram que ela pediu para usar o banheiro direitinho.



Hoje a Ana está totalmente desfraldada, só usa fraldas para dormir. Normal, porque o desfralde noturno é mais demorado mesmo.



A experiência que tirei disto é que não podemos forçar, insistir, a criança tem o seu tempo! A ana desfraldou quando ela mostrou interesse, quando ela quis. Para lgumas pessoas demorou muito, para mim foi no tempo certo, foi no tempo dela. Claro que devemos incentivar, tentar todos os recursos para ativar o interesse da criança, mas sempre respeitando o seu tempo, sem estarmos presos a comentários alheios e comparações com outras crianças.

Mais uma etapa vencida!!

Espero ter ajudado.




Minha Aninha em dois momentos:



um rechonchudinho bebê de colo:

E uma menininha muito graciosa ( e sem fraldas!)



Beijos, tenham um ótimo final de semana!

5 comentários:

  1. Primeiro... a Ana tá linda!

    Segundo... parabéns! Você merece né, pela paciência, pela persistência e pelo sucesso do desfralde, que tenho certeza só deu certo porque você soube esperar o momento certo e soube fazer tudo com muita paciência.

    Terceiro... obrigada :)
    Minha prima me deu a dica do redutor, e vou comprar logo, logo. Vou aposentar o peniquinho, ela não gosta mesmo, já percebi que fica muito abaixada e se irrita com isso. Mas vou esperar a escolinha, porque conversei bastante com eles antes da matrícula e tive a oportunidade de observar uma turminha lá ano passado, antes da Mariana começar. E notei que duas menininhas chegaram e a professora na mesma hora falou "agora vamos tirar a fralda e ficar só de calcinha né", então percebi que elas realmente dão atenção pra isso.

    Mas você tá certa, não posso deixar toda responsabilidade pra eles, então assim que passar essa adaptação da Mariana, vou conversar com eles novamente e aí começamos. A Mariana realmente parece estar pronta e espero que dessa vez dê certo.

    A parte boa é que não estou mais ansiosa com isso, sei que ela não vai entrar na faculdade de fraldas rsrs, então pra quê ansiedade né. Quando for pra ser, será.

    Desculpa o testamento, fui escrevendo e me empolguei rs.

    Bjs,

    ResponderExcluir
  2. Que legal que deu tudo certo pra vcs...
    Nem sempre a escola ajuda mesmo... Mas que bom que tudo foi no tempo certo...
    bjks

    ResponderExcluir
  3. Olha é o que sempre falo tudo ao seu tempo, e principalmente SEM COMPARAÇÕES, cada um é "um", minha filha mais velha Helô hoje c/ 9 anos foi desfraldada c/ 1 ano e 10 meses, aos 2 já não usava nem a noite, mas foi um processo DELA, sem forçar a barra de forma alguma, ela tb. andou c/ 11 meses, já minha caçulinha que tem 1 ano e 2 meses, só anda segurando nas coisas, tem muiiito medo, sinto q. não é a hora dela ainda, ensinom estimulo mas SEM FORÇAR e NÃO ADMITO COMPARAÇÕES.

    Bjs. (qd. puder passe conhecer minha família) mairapaolucci.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Colocamos seu blog em nosso diretório “Mamys Blogs”

    Visite-o ;)

    http://mammysblogs.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Mande uma mensagem para a Ana!